Anvisa analisa 1,8 mil amostras de remédios em 18 meses
Setor 21/07/2016

Anvisa analisa 1,8 mil amostras de remédios em 18 meses

Portal Brasil
Nesta quarta-feira (20), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) firmou uma parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) para realizar a análise de 1,8 mil amostras de medicamentos em 18 meses.
O projeto é parte do Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos (Proveme), da qual também participam as Secretarias de Estado de Saúde e alguns Laboratórios Analíticos.
Dentre os medicamentos que serão avaliados estão os mais notificados por queixas técnicas e desvio de qualidade disponibilizados pelo programa Aqui Tem Farmácia Popular, os mais consumidos pela população brasileira, bem como aqueles presentes em outros programas do Ministério da Saúde.
O programa prevê que laboratórios oficiais da Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Sanitária (RNLVISA) avaliem as características físicas e químicas de medicamentos genéricos, similares e de referência. O ato simbólico de assinatura das Cartas de Acordo foi feito durante o 1º Encontro do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, que acontece na sede da Anvisa, em Brasília, até quinta-feira (21).
O Programa
O Proveme teve início em 2001 e foi responsável pela análise de mais de três mil medicamentos, e os resultados definiram diversas ações sanitárias, como a suspensão de venda e uso, alterações no registro, inspeção, adoção de ações corretivas pelos fabricantes e instauração de Processos Administrativos Sanitários.
O Proveme está alinhado com a Cooperação Técnica Internacional firmada entre a Anvisa e o Pnud, que tem como foco promover a vigilância pós-mercado de produtos para saúde registrados na Agência, além de auxiliar na construção de uma rede de laboratórios do Sistema de Vigilância e Produtos para a Saúde estruturada, fortalecendo o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária e contribuindo na proteção e promoção da saúde da população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *