Celso Amorim é escolhido para dirigir órgão mundial de saúde
Política 24/06/2016

Celso Amorim é escolhido para dirigir órgão mundial de saúde

Folha de S.Paulo
O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim foi eleito nesta quinta-feira (23) o diretor-geral da Unitaid, órgão mundial para o combate a doenças como tuberculose, malária e Aids.
Amorim substitui o ex-chanceler francês Philippe Douste-Blazy, que estava no comando da Unitaid desde 2006, quando foi criada pelo Brasil e pela França.
A entidade é responsável por buscar formas mais eficientes e baratas para enfrentar as três doenças. Para tanto, captam recursos em países e organizações como a OMS e enviam a projetos.
O brasileiro chega ao cargo após 13 anos como ministro dos governos petistas. Diplomata de carreira, comandou o Itamaraty durante toda a Presidência de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010).
No período, foi o responsável pela política de aproximação com a África e da América Latina, do comércio multilateral e do fortalecimento de blocos como a Unasul (União das Nações Sul-Americanas) e o Mercosul.
No primeiro mandato de Dilma Rousseff (2011-2015) foi ministro da Defesa. No início do segundo mandato da presidente, chegou a ser cotado para voltar ao Itamaraty.
Além de Amorim, outros dois brasileiros presidem órgãos internacionais –o ex-ministro José Graziano lidera o Fundo de Combate à Fome da ONU (FAO) e Roberto Azevêdo, a Organização Mundial do Comércio (OMC).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *