Diretor da Interfarma participa de debate sobre rastreabilidade
Interfarma 10/08/2015

Diretor da Interfarma participa de debate sobre rastreabilidade

Marcelo Liebhardt, diretor da Interfarma, esteve presente no estúdio da TV Câmara, em Brasília, para expor o posicionamento das indústrias associadas sobre a rastreabilidade de medicamentos. Outros convidados também participaram, como o presidente da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), Sérgio Mena Barreto; o presidente da Alanac (Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais), Herique Tada; e a deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ). Veja o programa completo aqui e leia abaixo a notícia.
Rastreamento de remédios
O Congresso aprovou uma lei que prevê o Sistema Nacional de Rastreamento de Medicamentos, mas a indústria farmacêutica pede prorrogação de 10 anos para colocar em prática.
O Congresso Nacional aprovou a Lei 11.903 em 2009, que prevê um Sistema Nacional de Rastreamento de Medicamentos e trata sobre a produção e o consumo de medicamentos, por meio de tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados, mas a implementação ainda não se concretizou.
A indústria farmacêutica pede uma prorrogação de 10 anos para colocar em funcionamento o controle do destino dos remédios desde a fabricação até a chegada ao consumidor.
O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Jarbas Barbosa, tem uma visão diferente da do mercado de medicamentos no Brasil. Ele defende que seja criado um banco público de informações gerenciado pela Anvisa.
De outro lado, a Associação da Indústria farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) discorda da prorrogação defendida pela indústria farmacêutica, alegando que muitas empresas de pesquisa já compraram equipamentos e que esticar o prazo de implementação só traria prejuízos.
A rastreabilidade dos medicamentos vai inibir a falsificação de remédios? E você, o que acha? O Participação Popular desta semana debate o tema.
Os convidados do programa são o diretor da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), Marcelo Liebhardt, e o presidente executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sérgio Mena Barreto.
O presidente executivo da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac), Henrique Tada, participa do programa por teleconferência e a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), relatora do PL 6672/02, transformado na Lei 11.903/2009, concede entrevista por telefone.
A equipe do Participação Popular registra também a opinião do público que passa por um shopping na área central de Brasília.
Apresentação – Fabricio Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *