Ministério da Saúde anuncia vinda de mais 2.000 cubanos
Setor 25/01/2014

Ministério da Saúde anuncia vinda de mais 2.000 cubanos

Folha de S.Paulo
Johanna Nublat

Encerrada a terceira rodada de inscrições do Mais Médicos com pouco mais de 50% das vagas preenchidas prometidas até março, o Ministério da Saúde informou ontem que outros 2.000 médicos cubanos virão ao país.

Segundo o governo federal, os profissionais já começam a chegar ao Brasil a partir desta terça-feira.

Há apenas dois dias, o ministro Alexandre Padilha (Saúde) foi questionado sobre como iria preencher as vagas ainda abertas até março.

Padilha afirmou, na ocasião, que tinha a expectativa da adesão ao programa de médicos do Provab (outro programa federal que busca levar médicos ao interior).

A promessa de Padilha, que deixa a pasta nos próximos dias para concorrer ao governo do Estado de São Paulo pelo PT, e da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, é preencher 13 mil vagas de médicos até março.

Com a nova leva de cubanos e outros 891 médicos que se inscreveram individualmente nessa terceira rodada, o programa alcança 9.549 médicos participantes, ou seja, 73,45% da meta.

Do total de participantes, agora, 77,49% dos profissionais são cubanos.

Na próxima semana, Dilma e Padilha viajam a Cuba. Levarão, com eles, o novo indicado para ocupar a Saúde, Arthur Chioro.

A ideia de trazer médicos do exterior foi propagada pela Saúde no primeiro semestre do ano passado. Frente às críticas recebidas dos médicos brasileiros, o ministério adotou um novo discurso, dizendo que daria prioridade aos profissionais brasileiros. Com a baixa adesão, o governo anunciou um acordo para a vinda dos cubanos.

Os 2.000 cubanos chegarão a Brasília, Fortaleza e São Paulo, para participarem de treinamento. Não está definido onde eles vão atuar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *