Saúde precisará de R$ 30 bilhões para retomar leitos perdidos
Para Sociedade Setor 25/05/2018

Saúde precisará de R$ 30 bilhões para retomar leitos perdidos

DCI | Jornalista: Vivian Ito

Para retornar ao número de hospitais e leitos observados em 2010 o setor de saúde teria que injetar R$ 30 bilhões. De acordo com relatório recém divulgado pela Federação Brasileira de Hospitais (FBH), de lá para cá, o número de hospitais passou de 6.907 para 6.820, um decréscimo de 1,3%.

Segundo o relatório divulgado esta quinta-feira, durante a Hospitalar, os estabelecimentos privados foram os que mais sofreram no período.

Ao todo foram 430 hospitais privados fechados entre 2010 e março de 2018. Na contramão, foram criadas 343 unidades de saúde pública, na mesma base de comparação.

Quando observada a queda no número de leitos, a retração fica mais acentuada. O volume passou de 435.793 para 415.009, redução de 20.784 de 2010 a 2018. A queda, segundo o relatório foi exclusiva nos hospitais privados. Ao todo foram 10.670 leitos a mais no setor público e queda de 31.454 entre os hospitais privados.

Na opinião do presidente da FBH, Luis Aramicy, a tendência é que o número não piore, tendo em vista que o volume chegou ao ápice. Contudo, ele destaca que os desafios de operar no País continuam complexos.

De acordo com um dos direto executivos da pesquisa, Bruno Sobral, apesar do momento de desospitalização e ganho de eficiência, os números refletem uma dificuldade de operar.

\”O volume líquido é muito alto na redução da quantidade de leitos. Se fosse apenas uma questão de eficiência, veríamos diminuição na quantidade de hospitais menores e alta de grandes. Isso não afetaria tanto o número de leitos.\” Uma das dificuldades é o alto custo da carga tributária – que chega a 37% da receita no setor de saúde – ,a relação ruim com as operadoras de saúde e o sub-financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS). \”Quase 70% dos hospitais são não filantrópico, mas muitos atendem SUS\”, explica.

De acordo com ele, apesar do aumento no número de leitos públicos, o montante não foi suficiente para suprir o fechamento dos hospitais privados.

Hoje o número de leitos por 1.000 habitantes é de 1,96 no Brasil, sendo que em 2010 era de 2,28. A recomendação oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 3,2 leitos por 1 mil habitantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *